17 de julho de 2014

Eu tenho notado uma constante aparição de sapatos baixos nos desfiles das grandes casas de alta costura, e não é de agora… Lembram dos tênis da última temporada?

Só de pensar em viver sem salto alto me dá arrepios! Alguém se identifica? Calma meninas, eu posso explicar.

Desde que cheguei aqui em São Paulo, constatei que cada vez mais as mulheres estão abandonando o “saltão”. Mas isto não é um fato recente. Nas metrópoles é visível o hábito das mulheres em busca de conforto e praticidade, principalmente no eixo Rio – SP, Londres, NY, entre outras capitais. É óbvio que este fato se deve a natural busca incessante pela eficiência no trabalho, e, também está relacionado a locomoção, já que muitas vezes andar a pé é muito mais rápido que de ir de carro.

Agora, que abandonar os saltos virou (e vai virar ainda mais!) tendência, por esta ninguém esperava! E não falo somente em ir para o trabalho de sapato baixo, mas também para a balada, para bailes de casamento e afins, pode? Pode sim! Quem gosta de voltar pra casa com os pés moídos? Bom, no caso dos chinelinhos de casamento, se for pra descer do salto eu confesso que prefiro ir de sapatilha… #prontofalei.

Segundo o site da Lilian Pacce “É um momento de mudança de atitude, de busca por mais simplicidade e menos ostentação“.

Nas passarelas nacionais, e internacionais, esta tendência vem construindo uma imagem cada vez mais forte de uma mulher contemporânea, descolada, sexy sem ser vulgar e a retirada dos saltos agulha faz toda a diferença nesta nova proposta de lifestyle. Essa nova mulher vai de norte a sul, do Oiapoque ao Chui, caminhando numa boa, e ainda tem pique pra uma corridinha no parque!

Tênis, slippers, coturnos, rasteiras gladiadoras (como a da Chanel na primeira foto) , botas de montaria ou over the knees, são inúmeras as evidências de que os sapatos must have das estações estão todos descendo do salto, e as pré coleções de verão vem chegando para reafirmar esta tendência.

É cool usar tênis, desde que eles se tornaram as estrelas da Chanel e Dior. E aqui no Brasil são usados e abusados pela Osklen já faz um tempão.

Se eu concordo? Super concordo, e acho lindo! Agora, aderir é um passo maior nesta evolução comportamental, afinal, as baixinhas é que vão perder com esta história, e altura não é meu forte. Mas a decisão é particular, e tudo vai depender de estilo, normcore, ocasião, ou vontade de ser feliz, convenhamos. Mas não precisa ir totalmente sem salto, basta adotar algo mais confortável, 5 centímetros mais baixo, e pronto 😉

Acredito que a tendência tem tudo pra dar certo, e eu prometo que vou tentar!

Quem topa um descanso pros pés?

Imagens: Reprodução.