28 de janeiro de 2014

Bom dia queridos do meu core. Como foi o final de semana que passou? Curtição, descanso ou programas em família? Final de semana é tão bom, para durar tão pouco né rsrs. Confesso que adoro os finais de semana prolongados para dar umas escapadas de Cuiabá. E entre um feriadão e outro, #tchiabia acaba programando viagens como o destino ao qual iremos hoje: Buenos Aires. Tour este que contamos com dicas e sugestões da Companhia do Turismo, agência  de viagens, que irá acompanhar o Viva Moda pelo Brasil e pelo mundo.

Como diriam as atendentes de companhias aéreas: Solicitamos aos senhores passageiros que mantenham seus documentos em mãos a fim de adiantar o procedimento de embarque. Obrigada e Boa viagem.

 

Buenos Aires: Em um passado não muito distante, nossos “Hermanos Argentinos”  já consumiram muito por aqui. Nos últimos três anos, em função de uma constante crise financeira que a Argentina vem atravessando, a vez de gastar por lá, é nossa. E Olha que não só o dólar está em alta, o nosso real está muito bem cotado por lá. Mais que vinhos, Buenos Aires, é uma cidade charmosa, onde a arquitetura não cansa a vista. Por ser uma cidade plana, é possível andar quadras e mais quadras a pé. Afinal o clima ajuda, mas se quiser andar a de bicicleta e curtir a capital portenha, também é possível. A capital argentina oferece diversos tours de bike.

Dicas básicas da #TchiaBia : sugiro a vocês que escolham com carinho local de hospedagem, Buenos Aires possui locais belíssimos com estilos diferentes que atende a todos os estilos. Estive duas vezes, e em cada visita optei por bairros distintos, sem medo de ser feliz. Ah, reservem de 4 a 7 dias de estadias para poder curtir os atrativos com calma e tranquilidade. No intuito de facilitar o passeio vou setorizar a cidade em bairros, diga-se de passagem, tem que visitar estes, do contrário fará seu tour pela metade. Os bairros indispensáveis são: Palermo; Recoleta; Puerto Madero; San Telmo; La Boca; Plaza de Mayo.

Palermo: trata-se do mais tradicional  bairro de Buenos Aires. É também o maior da cidade.  Dividindo-se em: Palermo Chico, Bosques de Palermo, Palermo Soho, Palermo Hollywood. É no Bairro de Palermo que está localizado o Museu de Evita; Jardim Zoológico e ainda o Jardim Japonês;

 Museu Evita Peron

Lago Central do Jardim Zoológico Municipal

Recoleta: é o bairro mais elegante da cidade. Aqui há bares e restaurantes famosos, galerias de arte e lojas de marcas. O cemitério da Recoleta é considerado mais que um cemitério, para os argentinos, estes o classificam também como um museu. Não somente por tantas obras de artes, espalhadas, mas também por estar ali enterrado o corpo de grandes nomes da política e da cultura Argentina como a grande Evita Perón.

Cemitério da Recoleta com seu pórtico neoclássico.

A famosa Floralis Genérica, escultura também presente no bairro da Recoleta e a arquiteta em seu momento de Love com o marido.

Puerto Madero: Porto Madero foi construído pelo engenheiro Eduardo Madero em 1887. Porta de entrada a cidade que parou de funcionar  em meados do século XIX e foi abandonado até 1990, quando começou a reciclagem de velhos celeiros, moinhos e galpões que receberam novo uso como: residências, escritórios e lojas. Espaços estes que hoje apresentam traços de modernidades, e sofisticação ideal para caminhas a dois, jantares e compras.

 A arquiteta de plantão, posando para os flashes sobre a Puente de La Mujeres.

Antigos armazéns de Puerto Madero, revitalizados e modernizados

 

San Telmo:  apresenta se como  uma das áreas mais bem preservadas da cidade de Buenos Aires, e é caracterizada por seus casarios em estilo colonial e as ruas empedradas. O centro de San Telmo é a Plaza Dorrego, a área é famosa por seus cafés e antiquários. O tango e a vida boemia fazem parte da vizinhança, as mais tradicionais se encontram aqui.

 Bares e Cafés pelas ruas de San Telmo

 El Viejo Almacén a mais tradicional esquina de Tango de San Telmo

La Boca: é um típico bairro de Buenos Aires. Localizado às margens do Riachuelo, foi o típico bairro de imigrantes, principalmente italianos, atualmente o mais visitado por turistas, mas também uma das mais pobres da cidade. Por tanto nada de passeios a noite, ok. Próximo ao famoso Caminito com suas edificações coloridas , alegres e boemias está o famoso estádio do La Bombonera, não perca de visita-lo.

 

As ruelas  alegres do Caminito,com o colorido das gravuras e pinturas de artistas locais.

Assim como o Estádio do Pacaembu, o La Bombonera abriga um museu sob as arquibancadas do clube.

  Plaza de Mayo:  (Praça de Maio) é uma testemunha dos eventos históricos do país desde a época da fundação de Buenos Aires, trata-se do centro histórico e político da cidade. A Praça de Maio serve como caixa de ressonância para os sentimentos dos cidadãos. Abriga edifícios como: A Casa Rosada ou Casa do Governo; Igreja Catedral Metropolitana; Viste ainda no entorno o tradicional Café Tortoni.

 

A Casa Rosada e sua arquitetura Eclética

Catedral Metropolitana de Buenos Aires, uma verdadeira mistura de estilos arquitetônicos.

Iguarias do tradicional Café Tortoni e sua belíssima arquitetura, um dos símbolos da cidade.

Queridos Bueros Aires é isso e um muito mais. Aproveita as dicas da arquiteta aqui, e liga para as meninas da Companhia do Turismo. O feriado de 08/04, aniversário de Cuiabá, está bem ai, e elas já tem pacotes com preços fantásticos para vocês.

Tem o telefone delas ai ? Então anota: 3627*2320 / 9224*0184 – Stephanie/ 9289*4828- Polliana.

Agora que chegou até aqui dá um alô, deixa seu cometário. Até semana que vem, rumo a Santiago do Chile.

Imagens : Bianka Corrêa – Reprodução

[vimeo video_id=”85225966″ width=”400″ height=”300″ title=”Yes” byline=”Yes” portrait=”Yes” autoplay=”No” loop=”No” color=”00adef”]