8 de maio de 2013

“Tapetes vermelhos” são acontecimentos que dão mesmo muito pano pra manga, né?! Pano pra manga de vestidos de formaturas a casamentos mundo afora, e pras fofocas e críticas dos tablóides do mundo da moda! Bom demais!

O tradicional baile do The Metropolitan Museum of Art (MET), de Nova York, aconteceu nesta segunda-feira (06/05) e o tema da festa foi baseado na exposição que abre a temporada: Punk: Chaos to Couture (Punk: do Caos à Alta-Costura).

Contextualizando a proposta: A atitude punk nasce com surgimento do gênero musical Punk Rock, em meados da década de 70, trazendo idéias revolucionárias de contracultura, uma revolta ao sistema político e cultural. Pessimistas e questionadores, os punks são donos da filosofia “faça você mesmo”: Taxas, verniz, rasgos e o preto exteriorizam um comportamento rebelde, remetendo ao mesmo tempo à destruição e ao fetiche.  A maior representante punk na moda é a estilista inglesa Vivienne Westood, que vestiu as principais bandas do movimento como os famosos Sex Pistols.

É claro que com este tema, muitos esbarraram na bizarrice. Em compensação, a maioria dos looks foi de arrancar suspiros!

Começando pelos tropeços, Beyoncé e Kim Kardashian, ambas de Givenchy, optaram por looks estampados que aumentaram ainda mais suas proporções. Ignoraram o dress-code punk, fugindo para o exagero pop. J-Lo seguiu a mesma linha, a não ser pelo penteado a lá David Bowie.

Madonna, também de Givenchy, optou por um look teenager, nada apropriado.

Já a modelo Linda Evangelista estava linda de Marchesa, mas foi inevitável a comparação da modelo ao lado de Mary-Kate Olsen, vestindo Chanel Vintage, com o casal do musical ” A Bela e a Fera”! Hilário, rs…

Brincadeiras à parte, Stella McCartney surpreendeu com looks de Cameron Diaz e Kristen Stewart!

Sarah Jessica Parker foi de vestido Giles Deacon e botas de veludo Christian Louboutin.

Escandalizou, agradando uns e desagradando outros. Achei ousado e punk!

Os vestidos mais amados da noite foram os de Rooney Mara, mais um de Givenchy, e Blake Lively, de Gucci Première.

Os eleitos como mais punks do MET ficaram por conta da Burberry, que vestiu Sienna Miller e também a “queridinha” do fashion business, Cara Delevigne.

Muitas taxas “espetantes” e olhos esfumados!

Pra fechar a noite, chega de fantasias! A verdadeira atitude punk: Vivienne Westwood mostra com quantos alfinetes se faz um rock’n roll!

Niilistas!

Imagens: Reprodução.