#Minhas tattoos!

13 fevereiro 2015

Processed with VSCOcam with t1 preset

Quem me acompanha nas redes sociais deve ter visto (ou não, né?! Rss!) que na semana passada eu estive visitando o Studio Tattoo You @tattooyoubrasil, em São Paulo, e acabei me jogando nas agulhinhas!

Quando postei as fotos no Instagram @thaylise_ferreira foi uma loucura! Todo mundo queria saber o que essa blogueira maluca andava rabiscando no corpo. Pelo jeito vocês gostam mesmo de tatuagem, hein?! Muita gente não teve nem paciência para esperar os desenhos cicatrizarem, mas valeu a ansiedade. Uma semana depois, agora cicatrizada, já posso mostrar meus dois novos desenhos. Simmm, foram duas, achei melhor respeitar aquela superstição de que não se pode ter número par de tatuagens, por isso fiz duas de uma vez só!

Podem me chamar de maluca, mas eu a-dooooro tatuagens! Acho que, escolhendo o desenho certo, elas nos trazem mais personalidade, um sinal de força, sabe? Mas entre querer e poder existe uma loooonga distância. Isto porque tomar uma decisão que irá mudar sua vida para sempre requer responsabilidade e muita certeza!

Eu já tinha uma frase em latim tatuada nas costas: “Amor Vincit Omnia”, significa que ” O amor a tudo vence”, que eu fiz há uns 6 anos, e nunca me arrependi! Sempre quis ter mais uma, mas faltava coragem!

Processed with VSCOcam with f2 preset.

A decisão: Bom, depois dessa loooonga história faltava duas coisas: Coragem e o consentimento da família. Eu sei que já sou bem grandinha (cof-cof!), mas é tão ruim contrariar nossos pais, eles são tão fofos com a gente, não é? Conversa vai, conversa vem, mamãe liberou! Agora só faltava coragem, mas a vontade era maior que o medo, então pronto!

Lá fui eu visitar o Tattoo You, Studio de tatuagem famosérrimo em São Paulo. Muita gente famosa tatua por lá. No primeiro dia, passei para conhecer o espaço e os artistas, sentir confiança neles, e agendar um horário. Na brincadeira, acabei me tatuando ali, na mesma hora, doida né?! Mas foi bom para me re-acostumar com a dor, porque não se iludam, tatuagem DÓI!

De cara fiz um crucifixo no pulso, queria algo que representasse a minha religiosidade, mas de forma sutil. Gostei!

Processed with VSCOcam with t1 preset

Deixei o espetáculo para o dia seguinte, primeiro para ter a famosa “certeza” e depois, para me preparar psicologicamente para a dor. Decidir tatuar na costela não é moleza, não!

O profissional. Escolhi o Ricardo Pacchini, mais conhecido como Rick @r.pacchini, por três motivos:

  1. Empatia, isto é muito importante! O Rick é muito gente fina! Se a energia do profissional não bater com a sua, nem tenta! Me dei bem com ele de cara!
  2. Experiência: São 13 anos de trabalho. Assisti o Rick tatuando meu namorado um dia antes e me apaixonei pelos traços dele! Na hora já soube que ele seria o escolhido!
  3. Estilo: É importante observar qual estilo o tatuador se encaixa mais, se ele tiver mais experiência no tipo de desenho que você curte, vai nele!

Processed with VSCOcam with t1 preset

Tudo começou quando a health blogger, Gabriela Pugliesi, postou as referências que usou para fazer suas novas tatuagens. Elas foram inspiradas nos desenhos do artista Philip Milic @pmtattos, tatuador lá da Califórnia, EUA. Seus desenhos são basicamente geométricos, mas tem curvas em linhas bem finas e delicadas, tudo muito místico e cheio de poder ao mesmo tempo.

IMG_5773.JPG

Fiquei VI-DRA-DA nos trabalhos dele! Não havia um só dia em que eu não olhava para aqueles desenhos! Aí fui plantando na minha cabeça o estilo da tatuagem que eu buscava. Isto é muito importante! Saber qual linha se quer seguir, pra no final não parecer um “gibi”! Eu já sabia que gostava de traços pretos, e nada de figuras coloridas, sempre preferi desenhos e símbolos, porque minha pele é morena e a tinta preta não desbota tão fácil. Tem gente que prefere desenhos realistas, coloridos, etc, vai de cada personalidade.

O desenho. Analisando os desenhos do Philip Milic, cheguei à conclusão de que queria fazer vários pêndulos bem delicados (bem no estilo dele), e que um deles deveria ter uma pena. O Rick entendeu direitinho o que eu queria e rabiscou o desenho direto no meu corpo.

O lugar escolhido é que foi o grande vilão… A costela, onde as agulhadas mais doem, mas o desenho seria perfeito para ela, então, não teve jeito. A opção era somente esta e eu tive que tomar coragem e encarar o desafio!

Para enfrentar a dor. Pomadinha? Não resolve. Respiração. Aprendi no Yoga e na meditação que respirar aumenta a concentração da mente e o controle do corpo, e só assim foi possível superar tanta dor.

O resultado. Linda, diferente e única! Eu amei!!! Até chorei, e foi de emoção, e não de dor, eu sou forte! Hahaha!

Processed with VSCOcam with t1 preset

Se você quer fazer uma #tattoo, aconselho que primeiro faça uma loooonga pesquisa, fuce as #hashtags no instagram, e NÃO COPIE! Não tem coisa pior que encontrar alguém na praia com uma tatuagem igual a nossa…Procure descobrir algo que seja só seu!

Ahhh, e não se esqueça de que é preciso ser maior de idade, e não custa nada consultar a família, certo?

Porque seu corpo é único, e você é unica e tatuagem é para sempre.

Imagens: Day Costa/ Conrado Carvalho.

@Thaylise_ferreira

This error message is only visible to WordPress admins

Error: Access Token for thaylise_ferreira is not valid or has expired. Feed will not update.

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Error: admin-ajax.php test was not successful. Some features may not be available.

Please visit this page to troubleshoot.