12 de julho de 2013

Que a Louis Vuitton ama estampar obras de arte em bolsas a gente já sabia, mas ninguém imaginava que a grife fosse gostar tanto de usar graffitis em suas coleções.

Lembra que mostramos aqui a edição de lenços assinada pelos nossos graffiteiros “Osgêmeos”? Infelizmente, a venda destes exemplares foi limitada (peça de colecionador!), mas a Louis Vuitton acaba de lançar uma campanha divulgando as linhas de lenços assinadas por outros artistas de rua que já colaboraram para a marca.

Uma das estampas é do artista Eine, conhecido por desenhar letras coloridas pelas paredes e vitrines de Londres. Tem até um restaurante, no Soho, chamado Graphic Bar, todo decorado com as letrinhas.

Têm lenços assinados por Stephen Sprouse, estilista norte-americano, que ficou conhecido na década de 80 por misturar a sofisticação de peças luxuosas à originalidade de artigos do vestuário punk e pop, o famoso estilo hi-lo. O artista também foi parceiro de Andy Warhol num projeto com uma proposta parecida, reproduzindo as obras de Andy em suas roupas.

Rolou também a colaboração de Eko Nugroho, grafitteiro da Indonésia, que expõe temas político-sociais em suas pinturas, incluindo mensagens de protesto. Super contemporâneo!

Eu sei que nós mulheres temos verdadeiro frisson pelas bolsas da Louis Vuitton, mas acho que vale investir em peças diferenciadas, como os lenços grafittados. É como ter uma obra de arte no guarda-roupa, e ainda poder passear com ela!

Très hi-lo!

Imagens: Reprodução.