13 de janeiro de 2016

Simmm, estrias têm tratamento, e, em alguns casos elas podem até desaparecer completamente!

Quem me acompanha nas redes sociais @thaylise_ferreira & #snap ThayVivaModa (quem não segue, te espero lá!), tem vivido junto comigo meus 6 longos meses de tratamento no combate às indesejáveis estrias…

Durante este tempo, reuni informações, fotos, vídeos, tudo que pudesse servir de conteúdo para vocês tirarem todas as dúvidas sobre o assunto.

O nome por trás desta batalha é Dra. Letícia Bortolini (já falei bastante dela aqui no blog), minha dermatologista, e hoje minha amiga, alguém que confio muito, especialmente quando se trata de bom senso. Apesar da agenda lotada, Dra Letícia me propôs o desafio de investir em um procedimento à laser de alta tecnologia, utilizando a Plataforma Sólon para tratar as estrias.

Contextualizando…

As estrias apareceram no meu corpo por volta dos 12 anos. Nunca fui gordinha, nem cresci muito, mas cresci rápido. Logo elas se alastram pelo meu corpo: Seios, glúteos, quadris e coxas. Eram muitas!

No começo minha mãe cuidava, passava cremes, e até que resolveu um pouco no início, porque as estrias eram novas, mas depois, na adolescência, eu acabei me descuidando e elas ali permaneceram e foram crescendo, crescendo… 15 anos depois o estrago era enorme!

Eu sempre morri de vergonha delas, mas de uns anos pra cá acabei me acostumando (meu erro!), e deixei as estrias bem à vontade, aumentando a cada dia.

Eu não tratava por dois motivos:

1- Não queria me esconder do sol.

2- Medo da dor…

O despertar.

No verão de 2015,  meu namorado fez uma foto minha de biquíni, bem espontânea, eu nem tive tempo de me posicionar, (é a primeira foto do antes e depois, a de cima).  Ali eu percebi que o sinal de alerta estava soando há bastante tempo, e eu precisava me cuidar.

A decisão.

Mas como eu poderia resolver isto? Que profissional eu buscaria? Qual tratamento?

Foi aí que minha busca começou e cheguei até a Dra. Letícia. A decisão era muito séria, seria preciso de 5 a 6 sessões para termos um resultado satisfatório, sendo que cada uma deve respeitar um intervalo de 40 dias. Durante este período era proibido tomar sol e eu teria que conviver com as marquinhas do laser.

No meu caso, como as estrias eram velhas, este número de sessões seriam somente para “amenizar”, já que por enquanto é quase impossível tirar 100% de estrias muito antigas. Mas pra mim, foi a glória, só que tem estrias sabe!

Obs: Durante o tratamento, acompanhei casos de meninas que tinham estrias novas e que desapareceram completamente. Por isto, mães e filhas, quanto antes tratar, melhor! Não deixem pra depois, este tratamento é um investimento na auto estima que servirá para toda a vida.

Continuando… Seriam 6 meses sem sol. Ok, tudo bem.

Agora vem a parte mais difícil…

Dor e cicatrizes.

Dói? Sim. No meu caso muito! No caso de uma adolescente que conheci no consultório… Não doeu nada (menina danada)!

A dor é um fator extremamente relativo, cada corpo reage de uma forma. E eu tenho que dizer pra vocês que quanto mais forte vocês forem com relação a isso, mas batalhas vocês vencerão na vida. Depois desse tratamento eu ganhei uma força psicológica que eu não tinha, de verdade! Tanto é que tatuei a costela!

Vencer a dor foi meu maior desafio, e eu devo isto à paciencia da Dra. LetíciaAlém de competente e dedicada, ela faz o impossível para minimizar a dor de qualquer procedimento.

Para o laser, a Dra. alugou uma máquina de ar frio (o Fredo, que eu chamava de amante, o AlFredo heheehe), que ajudou bastante no tratamento, diminuindo as sensações chatas do laser na pele. Além disso é aplicada uma pomada anestésica meia hora antes da sessão. 

O vídeo que postei no Instagram mostra como funciona o aparelho.

A eficácia depende da potência do laser, então quanto mais você aguentar, melhor. #ficadica.

Quanto mais forte a potência, mais forte é a marca dele na nossa pele. O Sólon trata de dentro pra fora, desidratando as estrias que incham de água e essa água que vai estimulando a regeneração e formação de colágeno na região. Quanto mais hidratada a pele, mais ele age na estria.

IMG_0744

Por isto, no dia do tratamento as estrias ficam bem inchadas e vermelhas, é feio de ver, mas a dor vai diminuindo depois da sessão, e cessa em uma hora, mais ou menos. Depois, por volta de 4 ou 5 dias a vermelhidão vai desaparecendo e vão surgindo pontinhos bem pequenininhos no lugar. Este processo dura aproximadamente 20 dias.

Então, durante esse período de 20 dias, sua pele vai ficar com algumas marquinhas. No meu caso, como tenho estrias na parte externa da coxa, era saia longa, calça e protetor solar todos os dias! Mas eu nem liguei, confesso!

A decisão é importantíssima porque envolve responsabilidade. Não pode tomar sol mesmooo! E tem que hidratar muito, usar protetor solar, e passar pomada para ajudar na cicatrização. Isto deve ser respeitado durante todo o processo.

Por isto fiz questão de contar tudo, tim-tim, por tim-tim, pra que vocês saibam que, caso decidam se livrar deste mal, terão que ser fortes! E se forem, a recompensa será MARAVILHOSA!

Eu posso dizer que esta foi uma das conquistas mais desejadas da minha vida. Eu sei o que é difícil pra uma menina de 15 anos ter o corpo todo marcado de cicatrizes. Não esperem mais 15 como eu fiz. Sejam corajosas agora! Façam uma reserva, planejem-se, nada é mais gratificante do que ver sua pele regenerada.

O resultado. (Estava louca pra contar pra vocês!)

  • Coxas: As estrias praticamente sumiram, só dá pra ver se chegar bem perto ou espremer a pele.
  • Glúteos e Quadris: (onde são mais fortes) ainda aparecem mas não tão grossas como antes. Neste caso ainda quero investir em mais sessões.
  • Seios: Sumiram, exceto por uma mais forte, que também vou tratar mais.

Sendo realista, após 5 sessões, conseguimos uma melhora de 50% nas mais fortes e 80% nas demais. INCRÍVEL!

tratamento estrias

O verão chegou e tivemos que dar uma pausa. Mas assim que chegar o próximo um inverno vou retomar, e teremos ainda mais melhoras. Uhuuuu!\0/\0/

Ai como é boooa esta sensação! Estou muito feliz com o resultado, gente! Tive até mais ânimo pra me cuidar. Depois do tratamento comecei a fazer dieta, emagreci, passei a malhar com a ajuda de um personal, meu corpo mudou, minha auto estima mudou, tudo mudou!

“Também quero Thaaaaay!” Eu sei, amores, se acalmem! Muitas de vocês devem estar loucas pra conquistar esta liberdade também, né?

Quem quiser consultar com a Dra. Letícia Bortolini, os contatos estão no final no post, ou vocês podem clicar neste link do site www.leticiabortolini.com.br. Ela atende em Cuiabá-MT.

Espero que este post ajude muitas de vocês que também sofrem com as marcas das estrias, e que a minha experiência sirva de incentivo para que vocês vençam seus medos e tomem coragem pra fazer o tratamento.

Não se esqueçam de que quanto antes você começarem, melhor será o resultado.

Beijo beijo, gata garota!

Clínica Letícia Bortolini

Fones: (65) 9695-4300/ 3364-4300

Instagram: @clinicaleticiabortolini

Imagens: Viva Moda.