14 de fevereiro de 2013

Na noite de segunda-feira (11/02) Cuiabá sambou! Tivemos o tão esperado segundo dia dos desfiles do grupo especial do Rio de Janeiro, e entre eles lá estava a Estação Primeira de Mangueira, a conceituada e amada escola que este ano entrou na avenida para homenagear Cuiabá.

Atrasos na evolução, e falhas, não foram o suficiente para estragar ou ofuscar o brilho da escola. A bateria como sempre fez os mangueirenses e a sapucaí inteira arrepiarem ao apresentar a troca de baterias. Uma inovação um tanto ousada.

Duas baterias separadas pelas cores verde e rosa se revezavam ao comando do Presidente Ivo Meirelles, que estava estonteante ao ver tudo dar certo. Quanto ao atraso ele respondeu: “Se você acha que esse show de arquibancada atrapalhou, eu não sei o que é show. Você não vai ver nunca mais o que a Mangueira proporcionou aqui.., espetáculo, história.”

A Mangueira foi premiada com o Estandarte de Ouro de melhor escola de 2013, e mais três outros troféus, o de melhor porta-bandeira, o de revelação (terceiro mestre-sala,de 14 anos) e o da ala das baianas, mantendo a liderança com 76 troféus. Uma bela coleção de “Oscar do samba”.

Campeã ou não ela deu um show à parte!

Fotos: Reprodução